Você está aqui

II Simpósio Internacional América Latina: Políticas e Conflitos Contemporâneos

O II Seminário Internacional América Latina: Políticas e Conflitos Contemporâneos (SIALAT) é um evento que pretende despertar para lacunas em estudos no campo das ciências sociais. Trata-se de temas relacionados ao  desenvolvimento e  a colonialidade, considerando abordagens críticas  e comparativas. Haja vista os objetivos propostos e toda a organização que está sendo levada a termo, o SIALAT traz uma contribuição enorme a construção do campo das ciências sociais e da sociologia em particular, sobre a América Latina. Assim, pretende debater situações comuns que atravessam hoje os países da América  Latina com base em resultados de pesquisas produzidas em universidades, em institutos de pesquisa, em programas de pós-graduação e outras instituições reconhecidas pela sua excelência.  Aprofundando o debate crítico sobre as políticas, os conflitos sociais, o processo histórico de transformação considerando as práxis sociais, as lutas sociais e os movimentos sociais, inclusive das conjunturas de crise econômica e política. Desta forma, propiciar o intercâmbio de ideias, estudos, pesquisas e debates na análise de experiências de governos e de organizações da sociedade civil em relação às políticas públicas, e incrementar o intercâmbio acadêmico-científico tomando como referência os próprios Programas de Pós-Graduação no campo do desenvolvimento e de temas a ele correlatos.
 
O evento é inovador ao fomentar uma revisão de saberes cristalizados, estimular a busca de esquemas interpretativos novos, a revisão de conceitos e a produção de leituras críticas através de estudos comparativos e do que nos ensinam os processos insurrecionais que atravessam toda a América Latina. E por isso, o entendimento do Brasil para além dele mesmo, no sentido de fomentar olhares críticos sobre as narrativas ocidentais que tem predominado na interpretação da sociedade brasileira. Cabe ainda ressaltar a contribuição do evento para ampliar os interesses de pesquisadores e aumentar a inserção dos programas de pós-graduação nos estudos internacionais, com intercâmbios direcionados à América Latina. Reafirmamos que isso constitui uma lacuna nos centros de formação localizados no Brasil, sobretudo tributários da ciência produzida na Europa e nos Estados Unidos, exigindo um esforço complementar de formação de agendas, como esta proposta pelo SILAT. Os itens acima enumerados, a nosso ver, sintetizam a contribuição científica, tecnológica e de inovação que o este evento é portador.
 
E também relevante pelo alcance de sua programação, pois o II SIALAT/2017 envolverá várias atividades de caráter científico, tecnológico e cultural. Conta-se com as seguintes sessões: Conferências, Mesas Redondas, Grupos de Trabalho, apresentação de Trabalhos completos, Apresentação de Pôsteres, Minicursos, Mostra de Filmes sociológicos e etnográficos e Programação Cultural. Essas atividades estão estruturadas por Eixo Temático que dá unidade ao evento, apesar de sua amplitude. Os eixos temáticos mostram a coerência da programação pelos temas das Conferências, das Mesas Redondas e dos Grupos de Trabalho.
 
A relevância do evento também pode ser vista pelo alcance de público. O SILAT 2015 contou com poucos recursos, entretanto foi registrado aproximadamente 500 participantes. Espera-se no SIALAT2017 cerca de 750 participantes. O publico alvo é formado por Programas de Pós-Graduação, Grupos de Pesquisa, professores, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, técnicos, gestores púbicos, movimentos sociais, profissionais e interessados em geral em estudos latino-americanos e nas temáticas abordadas.
 
O II SIALAT estendeu seu prazo para envio de resumos até o dia 20 de julho. Para mais detalhes, acesse:  http://sialat2017.com/submissao-de-trabalhos/
 
 
Acesse também a página oficial o evento em: http://sialat2017.com/
Data do Evento: 
27/11/2017 - 00:00